24º Domingo do Tempo Comum – Ano A

0
107
É preciso perdoar sempre - Missa com crianças

O grande ensinamento de Jesus é o amor, e este não pode existir onde não há perdão.

– Missa com criança da semana:  É preciso perdoar sempre

– Evangelho: Mt 18,21-35

A liturgia nos convida a superar todo tipo de ódio, vingança e rancor com atitudes de perdão. O grande ensinamento de Jesus é o amor, e este não pode existir onde não há perdão. Esta celebração sustente nosso esforço para perdoar a quem nos ofendeu; assim, nós nos tornamos livres para amar e dignos de receber o perdão de Deus.

Acolhida – Boa noite, queridas crianças. Boa noite a todos aqui presentes. Sejam todos muito bem-vindos a esta celebração.

Crianças, hoje, o tema de nossa missa é muito fácil de entender.

Vamos trabalhar aqui no altar uma situação pra vocês entenderam melhor o que Jesus quer nos falar hoje, com seu evangelho.

Solange – Ô fulana, você me mandou chamar aqui? O que quer comigo?

Fulana – Sabe o que é Solange, você está lembrada quando quis mandar a sua filha pra São Paulo e me pediu aquela dinheirada toda emprestada?

Solange – Dinheiro? Tô lembrada não!

Fulana _ Mas eu estou! E trouxe aqui a nota promissória que você me deve, isso é com medo que você se esquecesse? Veja só!

Solange ___ Que isso? Que absurdo??! Deus do céu, fulana, eu não devo isso de jeito nenhum e nem se eu pudesse, não tenho dinheiro pra pagar.

Fulana _ O problema é que eu estou precisando do dinheiro, Solange!

Solange _ Ah não, pelo amor de Deus, não me cobra isso não… Eu tô endividada, estou com a mãe no hospital, meu pai está desempregado, separei do marido e ele me levou na justiça, minha avó está com câncer, meu filho com suspeita de preguicite, o outro estudando fora. Eu tô com dor de…

Fulana _ Chega cruz credo que tanto de coisa ruim acontecendo!Então Solange, vendo sua situação difícil, eu vou perdoar o que você está me devendo

Solange _ Nossa! Como você é boa, menina!

Fulana ___ Então até mais!

(cada uma vai pro seu lugar, mas ao caminhar eu encontro com o menino e o cato pelo pescoço.)

Solange ____ E então heim? Tá achando que eu esqueci aquela galinha que você me pediu outro dia é?Pode me pagar ela agora, agora mesmo, senão eu te mato. Comigo é assim , não tem chance nenhuma !!

Menino ____ Mass. Mas, mas. Solange. É só uma galinha, eu não tenho dinheiro pra comprar uma, como é que eu vou te pagar?

Solange ____Se vira problema seu, eu quero a galinha de volta senão eu vou te denunciar, você vai preso porque quem vai preso nesse país é só ladrão de galinha… Vai me pagar ou não ?????

Menino ___Mas eu não tenho dinheiro. Perdoa-me, me perdoa, por favor?

Solange __ seu perdão é cadeia. Vamos!

Fulana –
Mas espera ai. Solange!Eu não te perdoei aquela dívida enorme que tinha feito comigo?Não te dei uma nova chance?

Solange
– Perdoou

Miriam –
Agora vc não quer perdoar essa criança que lhe pediu uma galinha?

Sol-
É ele me deve, então deve pagar!

Miriam –
Quando foi perdoado, você ficou feliz, não é? Agora perdoar você não quer, não é? Por isso eu agora quero também receber, pois se você não sabe perdoar quem te fez um mal pequeno, muito menos eu te perdoar por uma ato muito maior, vocês  não acham, crianças? Vá agora pra prisão e deixe solto esse seu irmão. Não estou certa, crianças?

Pois é uma situação dessas que Jesus hoje descreve em seu evangelho e o que Ele quer que entendamos disso tudo, que a medida do nosso perdão com o irmão é a mesma medida de Deus para conosco, por isso precisamos aprender a amar mais e perdoar também nosso irmão para que possamos ser amados, perdoados na mesma medida por Deus.

De pé com alegria, vamos todos cantar pra nossa celebração iniciar.

Ato penitencial- Vocês conhecem aquele instrumento lá na tela? Ela se chama balança. é um instrumento que serve pra pesarmos  as coisas .  Hoje ela vai servir pra pesarmos nossos pecados e do outro lado será como Deus pesa nossas ações.

Então, crianças, o que vemos mais no mundo, mais união ou desunião?Mais violência ou mais paz?

Mais gente passando fome, na miséria, ou todo mundo repartindo e dividindo com os outros?

O que temos maior hoje o egoísmo, as pessoas querendo mais pra si, ou a fraternidade, todo mundo comungando junto?

Temos mais felicidade no mundo de hoje ou mais pessoas estressadas, com depressão e tristeza?

Temos mais pessoas satisfeitas ou insatisfeitas?

Temos mais sofrimentos ou mais alegrias?

Temos mais pessoas ambiciosas, querendo muito mais que possuem o tempo todo, ou pessoas humildes, conformadas e agradecidas?

Vejam só como nossa balança está pesada para o lado do pecado e bem levinha do lado de ações a favor de Deus.

Isso nos mostra que se Deus fosse nos julgar pela balança que vemos agora, nós seríamos todos condenados a não conhecer o céu e, isso é muito ruim, não são mesmo, crianças?  Mas, como sabemos, existe uma palavra que se ela for dita e realizada de coração, tira da balança todo o peso e deixa-a limpinha novamente. Quem sabe que palavra é essa?

Ah, muito bem! É o perdão. Quando pedimos perdão pelas nossas faltas, pelo peso da nossa balança,
Deus tira-nos todo o peso, alivia nossa vida e nos dá uma nova chance de recomeçar.

Vamos então pedir perdão ao Pai pelos nossos muitos erros cantando?!Então vamos todos cantar.

Leitura – Hoje estamos celebrando também o 2º domingo da bíblia, ela nos traz uma mensagem nova todos os dias, nos faz refletir sobre os desejos de Deus para todos nós e nos faz reconhecermos como uma grande família, onde Ele se faz um pai presente e amoroso. Vamos receber suas palavras com alegria e cantando

Agora, Todos sentadinhos, vamos ouvir com atenção a leitura que nos fala que todos somos partes de Deus. Com atenção ouçamos essa bonita mensagem da Bíblia.

Aclamação – Agora crianças, no momento do nosso evangelho, Jesus irá nos contar aquela história do perdão.

E sabe o que alguém o pergunta?

“Senhor, quantas vezes devo perdoar, se meu irmão pecar contra mim? Até sete vezes?”

E quem sabe me dizer o que foi que Jesus respondeu?(esperar que falem)

Jesus
-“Digo-te, não até sete vezes, mas até setenta vezes sete vezes

É crianças, Jesus quer nos dizer que o perdão será infinito, quantas vezes os outros errarem deveu perdoar, porque essa é a balança em que iremos um dia sermos pesados. De pé, com alegria, vamos todos cantar pra saudar as palavras de Jesus.

Ofertório – Hoje nossas ofertas sairão daqui, da nossa Bíblia. Serão passagens dela, de ensinamentos  que aprendemos com ela ,que iremos ofertar

Quem quer vir aqui tirar uma oferta?

Vamos ler que oferta você ele tirou?

Aqui neste trecho diz que devemos perdoar nossos irmãos assim como somos perdoados por nosso Senhor.

Então, criança vai oferecer nosso perdão ao pai.

Outra criança para tirar a oferta…

(Teremos cinco ofertas… as crianças irão ler e a comentarista irá reforçando a oferta:

1- Amar mais, (como Jesus nos ama)

2- perdoar cada vez mais, (sentido que Jesus perdoou nossos pecados na cruz)

3- reconhecer os erros e saber consertá-los, (na missa passada, Jesus nos chama a correção fraterna)

4- dar uma nova chance para os outros se reconciliarem conosco

5- reconciliar sempre com Deus e os irmãos. ( Deus nos quer amando uns aos outros como Ele nos ama )

Com o pão e o vinho, Senhor, queremos que receba estas ofertas que foram aprendidas e vivenciadas por todos nós que ouvimos suas palavras e a colocamos em prática em nossa vida. Que o Senhor nos conceda a graça de sempre perdoar mais e mais e também de receber de suas mãos o perdão que tanto necessitamos. Vamos todos  cantar com alegria o canto do ofertório .

Comunhão – Hoje crianças vimos que a capacidade divina de perdoar é ilimitada. Deus conhece perfeitamente de que é feito o ser humano, e sabe muito bem que sua fidelidade pode não ser definitiva. Quem é perdoado hoje pode voltar a pecar amanhã. No entanto, sempre que se converte e volta arrependido, encontrará um Pai bondoso e misericordioso para acolhê-lo. Com alegria, vamos todos nos encontrarem com Ele na eucaristia, cantando

Historinha para o teatro da semana:

Os músicos de … (nome de sua cidade)

Técnica – encenação dos artistas e com os instrumentos: violão- flauta- piano-guitarra- Maestro- Dono da escola – presidente- Narrador

(É preciso desafinar nos ensaios e de uma fita de Vivaldi – quatro estações para o final do concerto)

Quem não conhece a Escola de Música ENEL? Não é EMEL não, é Enel !!!

Ah, ninguém “né” ! Mas essa nossa historinha se passou justamente nela, na Escola de Música ENEL. Lá existiam uns músicos muito estranhos. Um tocava violão, o outro tocava piano, o outro tocava flauta e o outro tocava guitarra. Bom!! Tocavam não… Tentavam.

Tinha um maestro muito rigoroso e muito atrapalhado chamado Cholodosvick que era quem comandava a tal orquestra.

Todo dia, o diretor da escola, senhor Gibraltar, dizia para o maestro que se ele não se consertasse e não desse um jeito na orquestra ele estava FORAAAAAAAA!!!

“Dessa maneira carinhosa de se expressar” o maestro se esforçava o máximo para agradar e começava o ensaio.

Virgem Maria!!!!!!!! Que horror, cada um tocava de um jeito, era um desencontro só. Tapem os ouvidos, antes que furem-nos os tímpanos.Como são desafinados!!!

Nossa!!! Lá vem o seu Gibraltar e lá vem ameaça junto, ele não é de perdoar fácil , não . Coitados dos músicos, eles eram massacrados pelo dono da escola.

Seu Gibraltar dizia a eles que não iria  mais tolerar esse tipo de coisa e que se a orquestra não melhorasse, eles seriam expulsos da escola, sem dó e  nem piedade.

É, a coisa não estava nada fácil e o maestro dava o que tinha pra cima dos músicos.  Mas era um desastre a cada dia, escutem só: (sons desafinados)

Só que o maestro, todas às vezes que via o dono da escola, arrumava um meio de disfarçar até ele afinar a tal orquestra que parecia sem conserto.

Outro dia, nem te conto. O senhor Gibraltar anunciou ao grande maestro que a presidente, a senhora Nirma do chefe ,  estaria de passagem pela cidade e o prefeito pediu que uma homenagem fosse feita a ela pela escola de música . Bom!! O maestro até sorriu amarelo, com medo, mas disse que ele poderia ir sossegado que a orquestra estaria no ponto.

Ensaia daqui e ensaia dali… e nada de bom pra sair .

Chegou finalmente o grande dia. A orquestra esperando pela autoridade, o presidente já apontava e o senhor Gibraltar dá a ordem pra o maestro começar.

Meu Deus!!!!!! Que desastre! Foi um horror!!Cada um tocava pior do que o outro e foi um disparate só. Foi um vexame tão grande que o dono da escola de música, envergonhado e nervoso demais, pôs os músicos pra fora a chute , sem dar a eles a chance de consertar o mal que fizeram .

Nossa!!!!!! Os músicos ficaram arrasados. E o maestro então? Ficou desconsolado.

Vendo a tristeza e o desconsolo do maestro, os músicos quiseram consolá-lo dizendo que ensaiariam dia e noite se preciso for, mas que seriam músicos de verdade, de orgulhar toda a cidade.

O maestro, a princípio, não ligou , mas a insistência dos músicos era tão grande que ele então se animou . Disse que voltaria à escola e, ao dono, pediria uma nova chance  , para que ele pudesse perdoá-los . Afinal de contas ,  todo mundo tem que ter a chance de consertar os seus erros , era preciso perdoa-los .

E animado foi ter como o senhor Gibraltar que com uma cara de mal, nem quis recebê-lo.

Contudo o maestro insistiu, disse que se desse a ele uma nova chance não iria se arrepender, que era preciso dar uma nova chance .. dar seu perdão aos erros cometidos ,  porque tinham aprendido a valorizar o presente de antes, que era na escola tocar, prometeu também que se não mudassem, se não se convertessem em bons músicos, então sim .. eles mesmos sairiam da escola .

O dono pensou, pensou e concordou. Deu aos músicos uma nova chance, perdoou seus erros e os chamá-os de volta .

Vários dias se passaram  e finalmente; chegou o dia da grande apresentação .

Os músicos estava nervosos, o maestro também , o dono da escola desconfiado  e toda a cidade pensando nas risadas que iriam dar quando a orquestra começasse a tocar .

Mas, gente! Com a mão na batuta e música no ar…a orquestra começou a tocar, e a  tocar, e a tocar  . E como estava linda, todos então se encantaram , finalmente eles conseguiram . Foi só dar uma nova chance , perdão aos erros passados , que eles conseguiram realizar sua missão, levar música a todos, alegrando seus corações.

Viram só crianças , Deus também é generoso e nos dá uma chance de sermos melhores . Vamos aproveitar bem o que Deus nos oferece, pois podemos transformar a nossa vida numa grande sinfonia de amor e alegria.

Compromisso da semana: O perdão, fruto do amor, ajuda-nos a viver em comunhão com Deus, com nós mesmos e com os irmãos e irmãs.

 

Fonte de pesquisa (preces e leituras) – www.homilia.com.br

Imagem e Compromisso da semana (preces e leituras) – www.paulus.com.br